José Benedito Vieira

Quando pensamos em destino turístico, Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, ocupa um merecido lugar de destaque no mundo. Cidade moderna com 3,3 milhões de habitantes. Mas, em 1969, quando o homem chegou à lua Dubai não tinha energia, o que significa uma grande mudança em 50 anos.

Os Emirados Árabes Unidos estão situados na Península Arábica. Compõem a Federação dos Emirados: Abu Dhabi, Ajman, Dubai, Fujairah, Ras al-Khaimah, Sharjah, Umm al-Ruawain. Esses 7 emirados se uniram e formaram o país, Emirados Árabes Unidos. O idioma é o árabe e a religião oficial é o Islamismo. Cerca de 80% da população é composta por imigrantes, principalmente de indianos. A moeda utilizada em todos os Emirados Árabes chama-se Dirham. Sua abreviatura oficial é AED.

A partir de agora, vamos passear em Dubai.

Passear em Dubai é se surpreender a cada instante. Um lugar onde é fácil chegar a 50º graus de temperatura. Tem um jardim de tirar o fôlego, o Miracle Garden Dubai, além do Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo, com 160 andares, onde funciona também o Armani Hotel Dubai, de 5 estrelas. Encontra-se no 124/125º andar o observatório AT-THE TOP. No Dubai Mall há mais de 1.200 lojas. Um aquário com 33.000 animais marinhos. Encontra-se também uma pista de patinação, mas, o Ski Dubai, maior pista de esqui indoor do mundo, fica no shopping.

A cidade dos Emirados foi construída no deserto. Você lá encontra o Desert Safari que é uma imperdível atração. Vale a pena andar no deserto, ver o pôr do sol, jantar e assistir o show com a dança do ventre. Surpreende a Palmeira Jumeirah, uma ilha artificial em forma de palmeira com hotéis, residências e restaurantes de alto padrão. O passeio tem que incluir a Fonte de Dubai, um show de águas. Não esquecer também o Dubai Creek, canal que corta a cidade e leva o turista ao mercado (Souk) do ouro e de especiarias. Há que lembrar também do Dhow Dinner Cruise que é um jantar enquanto navega pela marina. Esse é bem mais chique de que o passeio no Creek. Para saber como a população vivia nos anos 1960/1970 é importante visitar o Museu Dubai. Você encontra também em Dubai, o shopping com canais que lembram Veneza. Outros shoppings com alas decoradas com temas de países.

Devido à proximidade, vale a pena visitar Abu Dhabi, há cerca de 1 hora e 30 minutos de ônibus e conhecer a capital dos Emirados Árabes Unidos. Visitar no mínimo a Mesquita do Sheikh Zayed, a maior do país e o Ferrari World, parque de diversão e testar a coragem, que não tive, na montanha russa mais rápida do mundo.

Reserve um dia para a Sharjah, bem mais perto que a capital. Essa cidade, a terceira maior, é considerada a capital cultural dos Emirados Árabes Unidos. Prepare-se para andar pela imensidão do Museu da Civilização Islâmica, do Emirado de Sharjah. Esse Emirado de Sharjah é o único que tem vista para o Golfo Pérsico e para o Golfo de Omã.

Aracaju, maio de 2020